Profeta Gentileza e suas mensagens

Profeta Gentileza e suas mensagens
1º Painel do Tacando Nossa Marca - Crescer com Arte Rio Branco

Marcadores

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Fotos da Galera do Projeto Crescer com Arte Parque Rio Branco


Algumas fotos dos jovens que estão usando muita habilidade, e empenho para fazer o grafite nos espaços do projeto.

domingo, 23 de maio de 2010

Jovens grafitam os muros de Fortaleza

Adolescentes estão marcando a cidade de Fortaleza com as cores da gentileza. As meninas e meninos fazem parte de atividades de arte-educação da Secretaria de Direitos Humanos de Fortaleza (SDH) e realizam o projeto Tacando Nossa Marca, gíria do grafite que significa exatamente deixar a marca nos muros. Os cinco primeiros, de 24 painéis que serão pintados, estarão em conclusão nessa sexta-feira, 14.











Ao todo, o projeto conta com 30 adolescentes monitores, que recebem bolsa de R$ 180 por quatro meses. Cada painel terá a participação de seis deles, além de nove adolescentes do Programa Crescer com Arte e Cidadania e do Programa Se Garanta, ambos da SDH.

Cultivando gentileza – O tema das grafitagens é uma homenagem ao Profeta Gentileza, que se tornou conhecido na década de 1980 pelas suas inscrições no viaduto do Caju, no Rio de Janeiro. “Gentileza gera gentileza” é sua máxima mais conhecida, sempre grafada com uma caligrafia peculiar.

A ideia de homenagear o Profeta parte da compreensão de que uma cidade de direitos só se constrói se atingirmos também a subjetividade das pessoas. Falar sobre gentileza significa pensar no outro, já que ela só se efetiva no encontro ou confronto entre pessoas. Os painéis do Tacando Nossa Marca são, assim, arte pública e também convite para a reflexão e mudança de atitudes pelos fortalezenses.

Fonte: Professor Evaldo Lima
Professor Evaldo Lima | 13/05/2010

Adolescentes grafitam mural sobre gentileza


Adolescentes estão marcando a cidade de Fortaleza com as cores da gentileza. As meninas e meninos fazem parte de atividades de arte-educação da Secretaria de Direitos Humanos de Fortaleza (SDH) e realizam o projeto Tacando Nossa Marca, gíria do grafite que significa exatamente deixar a marca nos muros. Os cinco primeiros, de 24 painéis que serão pintados, estarão em conclusão nessa sexta-feira, 14.

Ao todo, o projeto conta com 30 adolescentes monitores, que recebem bolsa de R$ 180 por quatro meses. Cada painel terá a participação de seis deles, além de nove adolescentes do Programa Crescer com Arte e Cidadania e do Programa Se Garanta, ambos da SDH.

Cultivando gentileza – O tema das grafitagens é uma homenagem ao Profeta Gentileza, que se tornou conhecido na década de 1980 pelas suas inscrições no viaduto do Caju, no Rio de Janeiro. “Gentileza gera gentileza” é sua máxima mais conhecida, sempre grafada com uma caligrafia peculiar.

A ideia de homenagear o Profeta parte da compreensão de que uma cidade de direitos só se constrói se atingirmos também a subjetividade das pessoas. Falar sobre gentileza significa pensar no outro, já que ela só se efetiva no encontro ou confronto entre pessoas. Os painéis do Tacando Nossa Marca são, assim, arte pública e também convite para a reflexão e mudança de atitudes pelos fortalezenses
.


Fonte:  Prefeitura Municipal de Fortaleza